Pular para o conteúdo principal

Postagens

APEGO E O CAMINHO DO MEIO

28/08/2018
Em uma de suas 4 Nobres Verdades, Buda ensina que o apego é a fonte de nosso sofrimento. Essa simples e quase óbvia constatação do Buda embute um enorme desafio e uma urgente forma de observar nossas tendências, normalmente, escondidas nas profundezas da alma.
A constatação, de que ao final perderemos tudo que orbita em torno de nossa existência – dada a inexorável transitoriedade é, em si mesma, o processo pelo qual imergimos no sofrimento.
João, o batista, informa aos seus seguidores que o seu primo – Jesus seria alguém que batizaria a todos, não com água como ele próprio fazia, mas com fogo (Mateus, 3-11). Eu entendo esse “fogo” como o meio pelo qual os nossos valores habituais seriam incinerados - um deles é o apego.
Neste passo do texto evangélico, citado acima, fica evidente que o ensino do Cristo não é para mimados e gente que busca espiritualidade em workshops.
Ora, se somos apegados – e quanto mais apegados maior o grau de sofrimento – é óbvio que o antídoto para isso é…
Postagens recentes

PAUSA PARA OUVIR - Chopin 2

Frédéric François Chopin 01/03/1810 - 17/10/1849 Piano Concerto No.1, Movimento 2 - Largo, Romance
https://www.youtube.com/watch?v=FIackkOX2BU

A QUEIMA DO "EU"

Estimado Humberto, o feliz destaque "[...] o sofrimento, atributo indissociável deste mundo, é o processo natural da desidentificação do pensamento como “Eu”". Seria o sofrimento o método que desperta o cuidado com o outro e a compreensão dos limites do "eu"? Será que esta acepção resulta em comportamentos de alguns espíritas no sentido de prestigiar o sofrimento. De outro modo, quando alguém sofre e aceita aquele sofrimento e não luta para superá-lo, isto significaria a "[...] desidentificação do pensamento como “Eu”"? Não seria importante refletir sobre a importância da "[...] desidentificação do "eu"" atrelada à compreensão da "vontade de potência" (Der Wille zur Macht - referência a Nietzsche) como ferramenta da autossuperação e da dissolução da fantasia criada do "eu" controlador? Samuel
Prezado irmão Samuel, obrigado pela sua companhia. É uma honra tê-lo aqui. Sem dúvida há uma relação entre Nietzsche e o estado…

PERGUNTAS (com possíveis respostas) - Espiritismo e Doutrina Espírita

Estimado Humberto, bem?  Chegando um pouco tarde no debate, gostaria de comentar que a sua distinção entre o espiritismo e a doutrina espírita está clara, no entanto, se instado a responder sobre qual é a sua religião, pelo IBGE ou outro instituto, e você afirma ser espírita, então, parece-me que o espiritismo que você professa pela doutrina espírita é religião. É isto?  Não sei se é possível distanciar o espiritismo de religião. Ao menos, a forma que a doutrina espírita está organizada no Brasil - claro que estou usando indistintamente espiritismo e doutrina espírita -  permite considerar que houve um esforço institucional na organização do espiritismo, seja por meio da FEB ou outras instituições espalhadas pelo Brasil. O que são estas instituições senão a cristandade típica imitada da doutrina católica?  Grande abraço Samuel Mendonça
Caro Samuel, você observou bem minha concepção de “Doutrina Espírita” e “Espiritismo”; ambas distintas. Enquanto o conceito de Espiritismo significa a so…

PERGUNTAS (com possíveis respostas) - Santidade e Salvação

Bem, santidade e salvação são ambivalentes num sentido mais elevado de concepção, mas no imaginário e no senso comum do cristão médio não subjaz uma nítida separação entre uma e outra (santidade e salvação)? Auri
Prezado Auri, na verdade "santidade" e "salvação" são, a meu ver, termos etimologicamente equivalentes.
Quanto à visãoda separação dos dois termos pelo senso comum vai depender de qual corrente cristã o sujeito pertence; algumas correntes, historicamente, acreditam na "graça" a qual é concedida pela vontade de Deus e não pela vontade do homem (“homem” significando espécie e não gênero).
Para a Doutrina Espírita, os dois termos – santidade e salvação - se equivalem, porque depende de cada um construir a chamada "santidade" pela via das infinitas experiências pelas quais o espírito deverá passar por intermédio do mecanismo reencarnatório – o que os espíritos e Kardec chamam de progresso evolucionário. Portanto, em Doutrina Espírita não há s…

PERGUNTAS (com possíveis respostas) - Resiliência e Salvação

Irmão Humberto, respondeu às minhas indagações, especialmente quando estabelece uma analogia entre as sombras e o inconsciente freudiano. Porém, pergunto ainda: o cristão comum busca a santidade pelo sofrimento ou seria aceitável dizer que ele, ao entronizar os preceitos de Cristo e narrativas bíblicas almeja intrinsecamente sua salvação, e não a santidade? Ademais, há ou não entre as modalidades de resiliência aquela que suscita, ao sujeito do sofrimento e diante deste, possuir atributos que se atribui aos "santos"?
Fraterno abraço.  Auri
Prezado irmão Auri, boas perguntas!
Primeiro, gostaria de dizer que o estudo etimológico[1] da palavra “salvação” vem do Latim SALVARE, “tornar seguro”, de SALVUS, “sem ferimento, seguro, sadio”, relacionado a SALUS, “boa saúde”. Neste caso, tanto salvação como santificação tem o mesmo significado.
O cristão médio tem uma maneira sofisticada de ver o sofrimento: de um lado, percebe a oportunidade de amadurecimento pela via da dor, ao mesmo tem…

PERGUNTAS (com possíveis respostas) - Vida

Pra você qual seria a melhor definição de vida? Sei que existem muitas maneiras de definir, sob pontos de vista biológico, filosófico, mas pra você qual a melhor definição?
Prezada Elza, obrigado por perguntar e, portanto, estimular nossa reflexão.
Se estivéssemos conversando pessoalmente – e isto significa que eu não teria tempo suficiente para pensar na resposta, responderia “não sei” e, acho eu, seria a resposta mais sensata diante de uma pergunta como essa. Falar sobre a vida, ou defini-la, não é fácil, porque a vida é óbvia e, como todo mundo sabe, falar sobre o óbvio é muito difícil. Dou um exemplo: na sabedoria judaica há uma lição na qual é tratado o princípio da tolerância com palavras que, embora óbvias, escondem um grande significado:
"Se eu sou eu porque você é você, e se você é você porque eu sou eu, então eu não sou eu e você não é você e a gente não tem o que falar. Mas, se eu sou eu porque eu sou eu, e você é você porque você é você, então eu sou eu e você é você e po…

PERGUNTAS (com possíveis respostas) - PARTE 7

Caro irmão Humberto, em outro e-mail sobre resiliência citei que isso é um exercício de santidade. Você confirma? Outra coisa: não entendo o que significam "sombras". Pode me elucidar?  É possível mensurar se o meu "desenvolvimento da resiliência" decorre das "inúmeras experiências reencarnatórias" e não de  "cursos", "leituras", "palestras" etc? 
Abraço fraterno
Auri
Para entendermos o que seja "santidade" é bom que saibamos o que isso significa. Peço licença para divagar sobre esse assunto:
Ubiratan Rosa nos informa o seguinte: a palavra "santo" ou "são" vem do grego ágios ou do hebraico kadosh, ambas significando "separado".
E o que é "separado"? É aquele que se curou dos males da alma e do corpo (lembra do princípio Mens sana in corpore sano - uma mente sã num corpo são?) e que, por conta disso, separou-se dos demais, ainda doentes (do corpo e da alma).
No Cristianismo, a conota…